Run N’ Fly

ReleaseFaixasOnde encontrar

Release

Run N Fly é um coletivo de smotth jazz, funk e RN’B, na concepção de coletivos como Steely Dan e Incognito. Seus criadores são 2 brasileiros. A música e os arranjos foram feitos pelo produtor, guitarrista e estrela do jazz Sandro Albert e as letras, em inglês, sobre empoderamento feminino, por Manu Lafer. O guitarrista Sandro Albert é o idealizador, compositor e produtor do extraordinário projeto coletivo chamado Run N ‘Fly, que, dotado de liberdade criativa, explora sua paixão pela velha guarda do R&B/funk além do jazz urbano contemporâneo. Juntamente com o brilhante letrista brasileiro, Manu Lafer, o Run N ‘Fly inclui um grupo dinâmico e versátil de veteranos – incluindo o lendário baterista Omar Hakim, o percussionista Bashiri Johnson, o baixista Derrick Murdock e os vocalistas Darryl Tookes, Cindy Mizelle e Angela Clemmons. Embora Lafer e Albert sejam o centro do Run N ‘Fly, este projeto transcende alegremente as armadilhas de uma banda estritamente “brasileira”, mostrando a profundidade da mescla de pop, jazz e soul americanos. As primeiras influências de Albert começam com Milton Nascimento e Tom Jobim, mas também incluem James Brown, Earth, Wind & Fire, Kool & the Gang, Wes Montgomery e Miles Davis. Seu tempo em Los Angeles, trabalhando com os grandes nomes do R & B, Patti Austin, James Ingram, Brenda Russell e Dionne Warwick – e recentemente em ‘jams’ de R & B no Harlem – ajudaram a abrir caminho para o empolgante clima do álbum. Manu Lafer lançou 17 álbuns em 20 anos, e fez parcerias com Danilo e Dori Caymmi no Brasil, e John Pizzarelli, além de gravar com ícones do jazz como Howard Alden, Ken Peplowski e Bucky Pizzarelli.
Um olhar rápido sobre os títulos das músicas deste projeto de 12 faixas revela um tema extraordinário: modelos femininos fortes, que, ao longo das últimas décadas, definiram e impulsionaram a cultura pop. Quando Albert estava criando as faixas contagiantes, cheias de balanço, ele sabia que seu amigo de longa data, Manu Lafer, era o perfeito poeta e artista multifacetado a recorrer para compor as letras que levariam este empreendimento às alturas.
Quando Albert enviou a Lafer as faixas instrumentais com “letras falsas” para ele trabalhar, não esperava que a imaginação de seu co-escritor tornasse o álbum uma homenagem peculiar e poderosa para alguns dos nossos maiores e mais belos ícones femininos (incluindo também alguns um pouco mais obscuros). O primeiro single, o contagiante, mid-tempo “Daughter of Cain” foi originalmente intitulado “Yuval”, em homenagem a popular atriz israelense Yuval Scharf. As vozes femininas criam um poderoso gancho com a letra de Lafer: ‘It’s delight, it’s delight, baby’Life is the riff on my mind.’.
Muitos ouvintes ficarão surpresos ao descobrirem as motivações de Manu por trás das outras faixas. “Brenda” é um personagem de ficção de Philip Roth de 1959 em, “Goodbye, Columbus”, que foi mais tarde um filme estrelado por Ali MacGraw. O clima criado por Albert inspirado no Soul do início dos anos 70 levou Lafer a pensar na lenda do filme Blaxploitation, ‘Pam’ Grier. Um modelo feminino feminino mais contemporâneo emerge na balada “Evangeline”, em homenagem a atriz Evangeline Lilly, da série Lost.
Continuando com as artistas de TV contemporâneas, Lafer celebra a estrela, Jennifer Garner, de Alias e Elektra, na bluesy “Jennifer”; as complexidades de “Maeve”, personagem de Thandie Newton em Westworld, e o otimismo de January Jones, atriz de Mad Men e X-Men, na repleta de metais “Janeiro”. A linha de baixo balançada e dançante marca a faixa enquanto a guitarra de Albert complementa os vocais.
Outras artistas de Hollywood celebradas pela Run N ‘Fly incluem “Devon”, o personagem de Olivia Wilde em Vinyl, a série retro da HBO de 2016 sobre a indústria da música. “Raquel” Welch, que criou um lugar na história do cinema retratando personagens femininas fortes que quebraram o molde do símbolo sexual submisso; e “Lynda” Carter, a imortal Mulher Maravilha da serie dos anos 70, estrelam em “Raquel” e “Lynda” que são retratadas por Run N ‘Fly com figuras fortes de bateria e vozes que enfatizam suas personalidades e personagens maiores do que a vida.
Albert usou o nome de ‘Stella’, faixa que incorpora “Stella by Starlight” e Stella Maris, esposa de Dorival Caymmi, popular cantora de jazz brasileira, protegida de Carmen Miranda e a cantora favorita de Joao Gilberto. Na balada sonhadora e descontraída “Roberta”, Lafer presta homenagem a cantora e compositora dos anos 60 e 70, Bobbie Gentry.
Run N ‘Fly faz balançar com um som coeso construindo uma narrativa sobre mulheres empoderadas, de maneira jamais vista, com excelente time de músicos. Albert afirma: “Quando os músicos souberam do conceito, ficaram ansiosos para colaborar. Eu adorei o jeito que isto ganhou forma e agora estou ansioso para que estes grandes artistas se juntem a mim quando voarmos ao vivo com o Run N ‘Fly.”

 

Saiba mais:

Faixas

1. Daughter of Cain (Sandro Albert, Manu Lafer)
2. Devon (Sandro Albert, Manu Lafer)
3. January (Sandro Albert, Manu Lafer)
4. Pam (Sandro Albert, Manu Lafer)
5. Brenda (Sandro Albert, Manu Lafer)
6. Stella (Sandro Albert, Manu Lafer )
7. Maeve (Sandro Albert, Manu Lafer)
8. Raquel (Sandro Albert, Manu Lafer)
9. Evangeline (Sandro Albert, Manu Lafer)
10. Jennifer (Sandro Albert, Manu Lafer)
11. Roberta (Sandro Albert, Manu Lafer)
12. Lynda (Sandro Albert, Manu Lafer)
   |   Tratore   |   Amazon   |   Deezer   |   Play-Store   |   ITunes   |   Spotify   |